Mitos sobre marketing de conteúdo que você precisa conhecer

Existem alguns mitos sobre marketing de conteúdo que acabam prejudicando qualquer iniciativa nesta área, e pior ainda, estão tão arraigados que pouca gente se dá ao trabalho de contestar.

Embora alguns deles possam até incluir um pouco de verdade, o fato é que se repetidos com muita frequência, esses mitos acabam atrapalhando o sucesso do marketing de conteúdo.

Atualmente, a maioria dos profissionais de marketing entende o objetivo de marketing de conteúdo: conhece seu público, agrega valor, e não vende de forma agressiva.

Mas o marketing de conteúdo está evoluindo rapidamente, e o sucesso nem sempre é fácil. Como resultado, é fácil para as ideias antigas sobreviverem à sua utilidade ou para os profissionais de marketing reagirem exageradamente às mudanças no cenário.

Quando isso acontece, mitos e conceitos errôneos surgem. Esses mitos sobre marketing de conteúdo podem até ter um certo grau de verdade, mas, no final das contas, impedem o sucesso desta estratégia.

Com isso em mente, vamos esclarecer cinco mitos sobre marketing de conteúdo que continuam assombrando os profissionais que trabalham nesta área.

Confira os principais mitos sobre marketing de conteúdo

Abaixo relacionei alguns dos principais mitos sobre marketing de conteúdo que tenho visto publicados em alguns sites, e que fazem parte de algumas discussões.

Mito Número 1 – O resultado do seu conteúdo fala por si

Mito – Se o seu conteúdo não conseguiu gerar os resultados esperados junto ao o seu público-alvo, ele não é bom o suficiente ou você não está produzindo o suficiente.

Realidade

O conteúdo de qualidade continua sendo o coração dos seus esforços de marketing e não há substituto para o conteúdo de boa qualidade.

É relativamente fácil cair no culto ao “mais” ou ao culto ao “melhor” e deixar de examinar o papel da amplificação e distribuição no sucesso do marketing de conteúdo.

Sem suporte e validação de outros canais como e-mail marketing e redes sociais, até o melhor conteúdo pode falhar em uma estratégia de Inbound Marketing.

Mito Número 2 – SEO está morto

Mito – A técnicas de SEO da velha escola, como otimização onpage e conquista de links de alta qualidade para o seu site não funcionam mais. Portanto, competir por posicionamentos relevantes nas páginas de respostas dos grandes buscadores como o Google é impossível e uma perda de tempo.

Realidade

O SEO é tão importante como sempre foi. É verdade que os algoritmos dos mecanismos de pesquisa evoluíram e não há atalhos táticos para o topo da classificação.

Como as atualizações de algoritmos aprimoram os mecanismos de pesquisa para avaliar se o conteúdo tem valor para os seres humanos reais, o foco mudou para a criação de conteúdo exclusivo, rico, envolvente e otimizado, para que os mecanismos de pesquisa possam rastrear e interpretar o conteúdo adequadamente.

Mito Número 3 – Descanse em paz Facebook

Mito – Os jovens estão abandonando o Facebook aos poucos, o alcance orgânico não existe mais, e Mark Zuckerberg está aparentemente na frente do Congresso todos os dias. As ferramentas de segmentação podem ser boas para os anunciantes, mas organicamente o Facebook acabou.

Realidade

Apesar de todas as dificuldades que a empresa está enfrentando, o Facebook ainda é a maior rede social do mundo, por isso a produção de conteúdo para redes sociais não se pode esquecer do Facebook.

Embora possa não ser o principal canal de mídias sociais de todas as empresas, uma presença decente no Facebook ainda é uma necessidade para as estratégias sociais orgânicas mais completas.

Uma página de Facebook de aparência abandonada é uma oportunidade perdida em sua estratégia de marketing e pode levar os visitantes a pensar menos em sua marca.

Mitos sobre marketing de conteúdo

Mito Número 4 – Mais conteúdo é melhor

Mito – Outro dos mitos sobre marketing de conteúdo é que quanto mais conteúdo você publicar, maiores serão as suas chances deles darem certo e maior será a relevância do seu site, tornando-o uma referência em sua área, e consequentemente, aumentando as suas vendas.

Realidade

Embora este seja mais um dos mitos sobre marketing de conteúdo, há uma certa dose de verdade nele. Se você juntar todos os seus recursos em uma obra-prima de conteúdo, não poderá interagir e aprender, e se sua peça não funcionar, você terá um problema.

Mas o problema em criar conteúdo alucinadamente é que seu público-alvo já está sendo saturado. Todos nós recebemos uma avalanche de conteúdo de baixa qualidade todos os dias.

A estratégia de conteúdo mais sólida é um meio termo, uma série de apostas estrategicamente escolhidas, em vez de tentar estar em todos os lugares ao mesmo tempo.

Mito Número 5 – Mais tecnologia, mais dinheiro

Mito – A tecnologia resolve todos os problemas. Portanto, a tecnologia de marketing resolve problemas de marketing, e por isso, quanto mais, melhor.

Realidade

Para deixar claro: a tecnologia, quando bem usada, é uma enorme vantagem. As soluções de tecnologia em marketing se tornam problemáticas quando você não possui uma estratégia clara ou não possui bases fortes.

Nesses casos, você está adicionando um conjunto totalmente novo de custos, em dinheiro, tempo de implementação e esforço contínuo, que podem desviar os recursos de fazer o básico bem.

Além disso, os profissionais de marketing subestimam a dificuldade de dominar as novas competências que a tecnologia permite. A tecnologia pode ajudá-lo a personalizar o conteúdo, por exemplo, mas a personalização não é uma opção que você pode ativar, é um recurso que precisa ser desenvolvido e cultivado ao longo do tempo.

Conhecendo estes mitos sobre marketing de conteúdo, você poderá evitar muitas armadilhas e perda de tempo. Mantenha-se atualizado assinando a nossa Newsletter.

Por John Marcinuk no Marketing Land

Deixe sua avaliação