Marketing político no Facebook nas eleições de 2016

  • Marketing político no Facebook nas eleições de 2016

Marketing político no Facebook nas eleições de 2016

Nas eleições passadas, o marketing político no Facebook ficou restrito a umas poucas candidaturas mais estruturadas em termos de mídias sociais. Nas eleições 2016 isso deve mudar bastante em função do crescimento vertiginoso da rede de Mark Zuckerberg no Brasil.

Isso obrigará os políticos e seus coordenadores de campanha a pensar com mais carinho na incorporação do Facebook ao arsenal do marketing político digital nas campanhas para as eleições de 2016.

Para as candidaturas que pretendem assumir uma identidade digital forte de de alto potencial de conversão de votos nas próximas eleições, é essencial empreender ações de marketing político no Facebook em função da penetração que esta rede social vem ganhando no Brasil.

As opções para o marketing político no Facebook em 2016

Marketing político no Facebook nas eleições de 2016

Marketing político no Facebook nas eleições de 2016

Como todas as outras redes sociais e especialmente no caso do Facebook, a implementação de uma campanha de marketing político eleitoral deve ser cercada de cuidados técnicos para que não tenha um efeito contrário.

Tenho deixado isso muito claro em nosso curso de marketing político nas redes sociais, uma vez que muita gente ainda acha que marketing político na Internet é coisa fácil ou intuitiva, e por isso pode ser feito por amadores.

A primeira coisa que se deve tomar cuidado é quanto à forma. Uma campanha de marketing político eleitoral no Facebook deve assumir o formato de Fan Page e nunca de perfil, haja visto, que encontraria uma série de restrições técnicas neste formato. Em nosso curso de marketing político nas redes sociais deixamos isso muito claro já que uma configuração errada no Facebook pode causar sérios danos a campanha.

Ferramentas adequadas são essenciais

O segundo ponto a ser observado é a questão dos aplicativos que serão usados na administração dessa página. Construir uma presença digital forte no Facebook depende muito das ferramentas que você vier a usar na construção da sua Fan Page. Por isso, é necessário analisar detalhadamente as necessidades de campanha para determinar quais aplicativos deverão ser usados e em que situação.

Além dos aplicativos de página a campanha deverá contar também com boas ferramentas de pesquisa e análise, tanto de conteúdo quanto de interações. No caso da análise de conteúdo, dispomos de ótimas ferramentas que podem nos ajudar a avaliar a repercussão das publicações até mesmo dentro do próprio Facebook como, por exemplo, o Facebook Insights. Para administrar interações, a melhor opção é partir para ferramentas de monitoramento de mídias sociais profissionais, como o Scup.

Conteúdo relevante é prioridade

O terceiro ponto fica por conta do conteúdo. Uma estratégia de marketing político eleitoral no Facebook exige conteúdo exclusivo para essa mídia. Como a capacidade de propagação da mensagem está diretamente relacionada ao EdgeRank atribuído ao seu conteúdo no Facebook, é necessário produzir conteúdo de boa qualidade para conseguir uma boa repercussão da sua mensagem. Como você pode ver, marketing político no Facebook é muito mais que postagens.

Usar o Facebook unicamente como palanque digital, sem conteúdo que desperte o interesse do eleitorado e sem interação é uma total perda de tempo e recursos. Um dos motivos para tratar a questão do marketing político digital com antecedência é justamente a necessidade de produção de conteúdo que dê sustentação à campanha no período eleitoral.

As próximas eleições prometem bastante na área das mídias sociais e certamente exigirão bastante dos candidatos e suas equipes de campanha. A questão do marketing político no Facebook nas eleições 2016, certamente será uma tarefa desafiadora.

Mantenha-se atualizado sobre ações de marketing político nas eleições de 2016 e outros relacionados ao marketing político eleitoral na Internet, assinando nosso Boletim Informativo.

Por Alberto Valle, diretor e instrutor da Academia do Marketing

Marketing político no Facebook nas eleições de 2016
5 (100%) 2 votos

14 Comments

  1. Academia do Marketing 21 de agosto de 2016 at 12:54

    Olá André

    Dentro do período eleitoral sim, pois não caracteriza propaganda antecipada. Esse e diversas outras questões envolvendo o marketing político no Facebook são discutidas em nosso Curso de Marketing Político nas Redes Sociais, um treinamento completo para quem deseja usar as ferramentas de mídias digitais em campanhas eleitorais.

    Um grande abraço e sucesso!

    Alberto Valle

  2. Academia do Marketing 21 de agosto de 2016 at 12:50

    Olá Tavares

    Essas dúvidas que você possui são comuna a vários outros candidatos, e justamente por isso, nós lançamos o Curso de Marketing Político nas Redes Sociais, um treinamento completo para quem deseja desenvolver uma campanha de nível profissional nas mídias sociais.

    Um grande abraço e sucesso!

    Equipe Academia do Marketing

  3. Tavares Pranviatmann 20 de agosto de 2016 at 19:43

    Olá, sou candidato daqui da cidade de Santos, e tenho muitas duvidas sobre as postagens em redes sociais, principalmente o facebook. Poderiam me ajudar?

    Algumas delas:

    1) Posso trocar a capa do meu perfil, por um banner com minha imagem, partido e o numero?

    2) Posso trocar a FOTO do meu perfil, por um banner com minha imagem, partido e o numero?

    3) Eu sei que não está autorizado IMPULSIONAR um publicação (pagar por um post), mas eu posso fazer um comentário num link patrocinado de um produto (sapato, perfume, tinta, etc). Consegui me explicar nessa pergunta? Eu não estou pagando anuncio, estou “pegando carona” num link patrocinado qualquer (sem cunho politico) para escrever num comentário que sou candidato a tal partido.

    4) Meus eleitores podem tirar uma foto comigo, e cada um deles, pode trocar a capa de perfil, e foto de perfil, pelo banner correspondente de apoio à minha candidatura, com o numero?

    5) Posso pedir a um eleitor meu gravar um video de apoio à campanha, editar o video com o meu numero, e publicar no youtube, instagram e demais redes?

    6) Tenho 5 comunidades de vendas no facebook (no estilo OLX, PRIMEIRAMÃO, COMPRA-VENDA-TROCA, etc). Eu, antes de ser candidato, já era administrador desses grupos. Posso trocar a capa de cada grupo, pela minha foto de candidato, e fixar um post no topo dos comentários do grupo?

    7) posso usar a fanpage da minha empresa como plataforma de apoio à minha candidatura?

  4. André 16 de agosto de 2016 at 08:34

    Bom dia
    Posso por meu bater com meu número no meu Facebook?

  5. Academia do Marketing 19 de julho de 2016 at 11:19

    Olá Henrique!

    Poderá sim, mas sempre levando em consideração as diretrizes referentes à legislação eleitoral, para não ser acusado de propaganda eleitoral antecipada.

    Um grande abraço e sucesso!

    Equipe Academia do Marketing

  6. Henrique Urbano 15 de julho de 2016 at 21:30

    Boa noite!
    Em período de pré e na campanha propriamente dita, o candidato poderá interagir com seus seguidores por meio de Live (ao vivo no facebook) !???

    Obrigado!

  7. Academia do Marketing 29 de junho de 2016 at 22:56

    Se respeitada a legislação, é possível sim.

  8. João Bastista 28 de junho de 2016 at 16:03

    Será possível fazer impulsionamento de posts do candidato?

  9. Academia do Marketing 22 de junho de 2016 at 10:13

    Olá Alexandre

    Em nosso curso de marketing político nas mídias sociais, falamos sobre os prazos previstos na legislação eleitoral, para a divulgação de candidatos, que atualmente é de 45 dias antes da data do primeiro turno. Veja detalhes sobre este curso https://www.academiadomarketing.com.br/curso-de-marketing-politico-digital-online/

    Quanto a formatação de posts patrocinados, em nosso curso de Facebook Marketing apresentamos diversas técnicas nesta área. Veja detalhes deste curso em https://www.academiadomarketing.com.br/curso-de-facebook-marketing-online/

    Um grande abraço

    Equipe Academia do Marketing

  10. Alexandre Fontes 20 de junho de 2016 at 17:50

    Qual será o prazo permitido e de que forma poderá ser utilizada as postagens pagas (impulsionadas), no Facebook?

  11. Academia do Marketing 13 de maio de 2016 at 13:16

    Olá Alan

    Sim. Será possível usar posts patrocinados no Facebook nas campanhas de marketing político no Facebook, mas não durante o período eleitoral.

  12. alan 11 de maio de 2016 at 20:47

    Esse ano será possível fazer a postagem patrocinada? no facebook

  13. Academia do Marketing 25 de abril de 2016 at 12:12

    Olá Toninho

    Concordo plenamente com você Toninho. Por isso mesmo, em nosso curso de marketing político nas mídias sociais, fazemos questão de frisar que a campanha política precisa ser contínua. A base do marketing em mídias sociais é a criação de pontos de contato e relacionamento, e no caso do marketing político no Facebook, não é diferente, como dissemos no artigo.

    Se você ler com atenção o texto, é justamente isso que propomos, a criação de um ponto de contato, trabalhar a página do candidato no Facebook como uma mídia perene e não como uma oportunidade efêmera de divulgação de sua plataforma eleitoral.

    Um grande abraço

    Alberto Valle

  14. Toninho Belo 25 de abril de 2016 at 11:03

    Olha, redes sociais e participacao, interacao e dialogo….O candidato, que chega de repente, que nunca esteve ali, e contrata uma empresa…desculpe, e corpo estranho!

Leave A Comment