Como criar uma estratégia de marketing nas redes sociais

  • Como criar uma estratégia de marketing nas redes sociais

Como criar uma estratégia de marketing nas redes sociais

Se você está em busca de saber como criar uma estratégia de marketing nas redes sociais, reunimos neste artigo as diretrizes básicas para começar a desenhar seu posicionamento nesta que é uma das dimensões de marketing digital de maior crescimento nos últimos tempos.

Muitas marcas acabam se decepcionando com sua presença nas mídias sociais e na maioria das vezes o problema é um só; a falta de um planejamento estratégico inicial que oriente suas ações de forma a extrair o máximo destes canais e otimizar o investimento feito.

As redes sociais são hoje em dia um dos principais canais de comunicação no mundo online e por isso, qualquer empresa que deseje ter uma presença de sucesso na Internet, precisa possuir uma presença profissional nestas mídias.

Seja para a geração de Leads ou até mesmo a venda final, como no caso do e-commerce, por exemplo, as redes sociais são uma ferramenta fundamental para as marcas que desejam ter uma presença online que gere resultados reais.

O grande obstáculo para conseguir esta exposição nas redes sociais é justamente a falta de planejamento das diversas ações, e por isso, montamos este pequeno roteiro de como criar uma estratégia de marketing nas redes sociais.

Roteiro para criação de uma estratégia de marketing nas redes sociais

Confira abaixo o passo a passo de como criar uma estratégia de marketing nas redes sociais e dê o ponta pé inicial em seu planejamento para conseguir extrair o máximo das oportunidades oferecidas por estes canais.

1 – Planejamento inicial

A nossa primeira dica para quem deseja saber como criar uma estratégia de marketing nas redes sociais é planejar tudo antes de qualquer coisa. De nada adiantará ficar criando perfis e páginas, publicar aleatoriamente nestes perfis, se você não tem um planejamento estratégico para servir como diretriz para suas ações.

Tudo em marketing digital exige um planejamento prévio. Reconheço que a parte operacional é muito mais sedutora do que a etapa de planejamento estratégico, mas se esta, o resto será simplesmente desperdício de tempo e recursos.

2 – Definição de objetivos

A segunda etapa de um plano de marketing nas redes sociais envolve a definição dos objetivos da marca em sua atuação nas diversas mídias sociais disponíveis. Basicamente as marcas possuem os seguintes objetivos principais:

  • Exposição da Marca – Fazer com que a marca seja cada vez mais conhecida pelo público, criando assim um primeiro ponto de contato com o público alvo que se deseja atingir;
  • Geração de Tráfego – Uma das opções em termos de objetivos de marketing nas redes sociais é gerar tráfego qualificado para o site visando aumentar a atividade do site e com isso criar mais oportunidades de conversão;
  • Geração de Leads – Criação de interesse pelos produtos ou serviços da marca através de ações de marketing digital que possibilitem o estabelecimento de um contato inicial para apresentação de seus produtos e serviços;
  • Vendas – É o objetivo final da maioria das empresas nas redes sociais e basicamente são ações que visam exclusivamente a venda de algum tipo de produto ou serviço, no ambiente online ou físico.

Não há como criar uma estratégia de marketing nas redes sociais se você não tiver estes objetivos muito bem definidos, pois eles inclusive farão parte do seu funil de vendas.

3 – Criação da Persona de Marketing

A terceira etapa para quem deseja saber como criar uma estratégia de marketing nas redes sociais é a de criação da Persona de Marketing, ou seja, a personificação do público-alvo que você deseja atingir, detalhado na etapa de planejamento inicial.

Neste ponto, com as ferramentas de pesquisa adequadas, você irá determinar aspectos mais detalhados do perfil e comportamento do público, ou públicos que a marca deseja impactar com suas ações de marketing nas mídias sociais.

A criação da Persona de Marketing é fundamental em uma estratégia de marketing nas mídias sociais, pois é a Persona que dá o tom do tipo de conteúdo que será veiculado, datas e horários de publicações e mais ainda, a configuração de filtros de segmentação em ferramentas como Facebook, Instagram, Twitter e outras.

4 – Escolha dos canais

Será que faz sentido a marca atuar em todas as redes sociais mais populares do Brasil, como blogs, Facebook, Instagram, Twitter, LinkedIn e até mesmo WhatsApp? Posso lhe garantir que não, e o motivo é simples.

Se o seu público não está preferencialmente nestas redes, manter uma presença ativa nestes canais será um desperdício te recursos, por isso, é necessário saber muito bem em quais delas vale realmente a pena investir.

Com as ferramentas adequadas e até mesmo um processo de análise da concorrência, é possível determinar em quais redes sociais a marca realmente precisa investir. Cada rede social possui características e público próprio e você precisa levar isto em consideração.

Tentar criar uma presença em todas elas achando que com isso você irá conseguir maior exposição é uma besteira que só fará com que você perca o seu tempo tentando se comunicar com um público que talvez não esteja interessado no que você tem a oferecer.

Como criar uma estratégia de marketing nas mídias sociais

5 – Adequação do site

Outra dica para quem deseja saber como montar uma estratégia de marketing nas redes sociais é verificar previamente se o seu site possui os recursos necessários para atender às especificações técnicas das ferramentas mais modernas de marketing online.

Por exemplo, a plataforma do seu site permite que você instale o Pixel do Facebook para criação de Públicos Personalizados ou para acompanhar a conversão de postagens ou anúncios no Facebook?

Em nosso curso de Facebook Ads essa é uma das primeiras questões que levantamos nessa etapa de adequação do site, pois de nada adianta investir em uma estratégia de marketing nas mídias sociais se a sua plataforma não consegue acompanhar os resultados nem gerar leads em função destas ações.

6 – Criação dos canais

Este é um dos aspectos da criação de uma estratégia de marketing nas redes sociais que muita acha que é intuitivo e que por isso não merece tanto cuidado assim. Ledo engano.

Seja na criação de um perfil no Twitter, Instagram ou página no Facebook, existem algumas configurações técnicas que precisam ser muito bem analisadas. Por exemplo:

  • Categorização do Canal – Algumas mídias sociais como o Facebook, por exemplo, permitem categorizar a sua página. Se isso não for levado em consideração, você pode perder boas oportunidades, principalmente nas buscas internas;
  • Social Media Optimization – Sua presença nas redes sociais pode ajuda-lo a divulgar sua marca também nas páginas de respostas dos grandes buscadores como o Google, desde que você faça um bom trabalho de otimização do perfil;
  • Elementos Gráficos – Tudo em mídias sociais é comunicação e os elementos gráficos de um perfil ou páginas exercem um importante papel neste processo e é importante que você planeje todo este processo desde o início.

Na pressa de começar a publicar conteúdo, muita gente acaba desprezando algumas destas questões técnicas e o resultado é um completo fracasso em termos de marketing nas mídias sociais.

Minha recomendação é que você estude em profundidade as ferramentas e recursos disponíveis nas redes sociais nas quais você irá atuar, para conseguir extrair o máximo de seu potencial e além disso alinhá-las com outras dimensões do marketing digital para criar uma sinergia entre suas diversas ações.

7 – Desenvolvimento de conteúdo

O marketing de conteúdo é uma das principais direções a ser seguida por que está interessado em saber como criar uma estratégia de marketing nas redes sociais. Ao contrário do que muita gente acha, marketing nas mídias sociais não é anunciar, mas sim criar laços de relacionamento que proporcionem condições de apresentar o seu produto ou serviço.

Por isso, em nosso curso de redes sociais faço questão de enfatizar que a produção de conteúdo relevante, que agregue valor ao dia a dia das pessoas é fundamental para se ter sucesso nesta área.

Mais ainda, é necessário não somente produzir conteúdo para alimentar o seu feed, como também adaptá-lo para as diversas mídias disponíveis. Por exemplo, o Twitter é uma rede basicamente de propagação de conteúdo, ao passo que o Facebook é uma rede social que tem por característica um engajamento maior. Por isso, a apresentação do conteúdo precisa ser diferente.

8 – Monitoramento e métricas

Minha dica final sobre como criar uma estratégia de marketing nas redes sociais é definir um plano de monitoramento e análise de resultados das suas ações em social media. Afinal de contas, como já dizia William Edwards Deming “O que não pode ser medido, não pode ser gerenciado”, você não concorda?

Para que você possa mensurar com precisão os resultados das ações de marketing em mídias sociais você precisará, em primeiro lugar, configurar de maneira correta a aba de Atribuição de Conversões no seu painel no Google Analytics.

Deverá também fazer a instalação do Pixel de Conversão do Facebook em suas páginas, para que seja possível identificar no Painel de Anúncios do Facebook as conversões que tiveram a sua conta como origem do acesso.

Evite as métricas da vaidade e concentre-se no que realmente importa, ou seja, a conversão. Publicação no Facebook ou Instagram que não gera resultado não é marketing, é só uma publicação mesmo, e isso qualquer macaquinho amestrado sabe fazer.

Se você estava interessado em saber como criar uma estratégia de marketing nas redes sociais, acreditamos que estes pontos iniciais já oferecem um bom início. Como você pode ver, existem algumas questões bem técnicas envolvidas, mas isso vamos deixar para outras publicações. Mantenha-se atualizado assinando a nossa Newsletter.

Como criar uma estratégia de marketing nas redes sociais
5 (100%) 2 votos
2018-10-23T10:00:58+00:00By |Categories: Redes Sociais|

Deixar Um Comentário

error: Content is protected !!
WhatsApp chat